Seu navegador não suporta Javascript.

Notícia Destaque: Discurso de posse da Vereadora Edith Alencar

12/01/2007 - 13h19min
ampliar Discurso de posse da Vereadora Edith Alencar Discurso de posse da Vereadora Edith Alencar

Posse da Vereadora Edith Alencar para seu terceiro mandato.



Vereador Gilvan Abreu pedi vista em requerimento

23/02/2007 - 14h53min

A vereadora Edith Ribeiro Alencar- PSD, apresentou um requerimento tem como principal objetivo propor a realização de Sessões Itinerantes em todos os bairros do município para ouvir e colher reivindicações das comunidades, ao mesmo tempo estar informando a comunidade os trabalhos realizados na Câmara.


A vereadora Edith Alencar- PSD, relata que é de suma importância ter apresentado esse requerimento de reivindicação de Sessões Itinerantes que é a maneira mais viável e mais democrática de interagir com os moradores de cada comunidade.


A sessão ordinária itinerante que é a maneira mais viável e mais democrática de interagir com os moradores de cada comunidade, tem se constituído no maior instrumento de participação popular, onde cada munícipe tem a oportunidade Ímpar de assistir a sessão ordinária da câmara municipal, num local mais próximo da residência. E ainda, poder se utilizar da tribuna cidadã para expressar a opinião individual ou externar o sentimento coletivo do bairro, em que podem reivindicar ou propor solução para os problemas vivenciados pela comunidade, bastando para isso, o cidadão apresentar um ofício a casa com antecedência.


A vereadora Edith Alencar, antes de apresentar o requerimento relatou que fez consulta ao TCE e ao Ministério Público e segura com tal procedimento se repreendeu com a atitude do vereador Gilvan Abreu, o mesmo pediu vista, que é um direito constituído do mesmo. Mas pedir visto em nome de segundo é muito estranho, agora vamos esperar pelo seu relatório, e sua justificativa do seu visto.


Em quatro anos o vereador Gilvan Abreu só tinha falado nas sessões dos vereadores as seguintes frases, “passo a palavra e um minuto de silencio em homenagem as pessoas que faleceram”! Agora como suplente de vereador na primeira sessão usou seu direito constitucional de pedido de vista de um requerimento.


Esse ano promete!


Nesta sexta feira 24/02/2017 terá sessão e espero que a população participe!





TV NEWS - VÍDEOS


   

Ver todos os vídeos

Sessão da Câmara dos Vereadores de Agricolandia

23/02/2007 - 09h57min

No uso da tribuna o vereador Jocione em 17.02.2017





Sessão da Câmara dos Vereadores de Agricolandia

23/02/2007 - 09h54min

No uso da tribuna vereador Afranio em 17.02.2017





Sessão da Câmara dos Vereadores de Agricolandia

23/02/2007 - 09h49min

No uso da tribuna vereadora Edith Alencar em 17.02.2017





Sessão da Câmara dos Vereadores de Agricolandia

23/02/2007 - 09h46min

No uso da tribuna vereadora Ivoneide Fernandes em 17.02.2017

Sessão da Câmara dos Vereadores de Agricolandia

23/02/2007 - 09h42min

No uso da tribuna vereador Presley em 17.02.2017

Sessão da Câmara dos Vereadores de Agricolandia

23/02/2007 - 09h38min

No uso da tribuna vereador Gilvan Abreu em 17.02.2017

Sessão da Câmara dos Vereadores de Agricolandia

23/02/2007 - 09h34min

No uso da tribuna vereador Antonio Filho em 17.02.2017

Sessão da Câmara dos Vereadores de Agricolandia

23/02/2007 - 09h26min

No uso da palavra vereador Maxswell em 17.02.2017

Sessão da Câmara dos Vereadores de Agricolandia

23/02/2007 - 09h18min

No uso da tribuna Waldir Roseno em 17.02.2017

Sessão da Câmara do Vereadores de Agricolandia

23/02/2007 - 09h14min

No uso da tribuna Vereadora Edith Alencar em 17.02.2017

Prefeito Walter Alencar inaugura pavimentação no bairro Faveira

13/02/2007 - 14h03min
ampliar Prefeito Walter Alencar inaugura pavimentação no bairro Faveira Prefeito Walter Alencar inaugura pavimentação no bairro Faveira

Prefeito de Agricolândia, Walter Alencar na manhã deste sábado (11), esteve reunido com moradores do Bairro Faveira zona rural de Agricolândia.
A honra de sua presença no bairro, foi para comemorar a conclusão da Pavimentação de vias em Paralelepípedo. Uma obra avaliada em 294.247,62

Na oportunidade o prefeito Walter Alencar, anunciou a continuação do calçamento do final do Bairro Faveira até o povoado Tamboril zona rural de Agricolandia.

O prefeito enfatizou sobre a Iluminação Pública da avenida Hugo Napoleão que terá postes de iluminando e dividindo as duas avenidas no trecho que corresponde a Câmara Municipal de vereadores até a praça central.

No evento estiveram presente vereadores, vice-prefeito e empresários, além de um grande público do bairro faveira.


Fonte:Canal121-MJ.

zMAIS FOTOS (Clique na foto para ampliar):

Vereadora Edith Alencar sempre em busca de conhecimento

13/02/2007 - 12h27min
ampliar Vereadora Edith Alencar sempre em busca de conhecimento Vereadora Edith Alencar sempre em busca de conhecimento

A vereadora Edith Alencar, represetando a câmara municipal dos vereadores de Agricolandia participou de um seminário de orientação aos municípios do Estado do Piauí sobre suas obrigações tributárias referentes aos tributos administrados pela Receita Federal do Brasil.


O delegado da Receita Federal, Regional Piauí, Marcos Henrique Portela, agradeceu a parceria da APPM e destacou que o presente evento objetiva a orientação para educação de fiscalizar seu município. “A Receita Federal está de portas abertas aos municípios e queremos, a cada dia, estreitar essas relações, trabalhando de maneira preventiva”, afirmou.

zMAIS FOTOS (Clique na foto para ampliar):

Terrorismo Seletivo

28/01/2007 - 08h09min
ampliar Terrorismo Seletivo Terrorismo Seletivo

Mais uma complicação do Secretário de Educação de Agricolândia, Sr. Gastão, dessa vez foi no processo seletivo simplificado 0001/2016, publicado no Diário oficial em 20/12/2016. No mesmo dia já foi possível notar uma confusão no edital. O edital exigia que os currículos fossem entregues no dia 09 e 10 de janeiro de 2016, impossível de voltar no tempo!

Entretanto os detalhes mais graves estavam ainda por vir, primeiro colocaram um funcionário Gilberto Alencar, sem nenhum preparo, para receber os currículos, e já de cara tentando desqualificar documentos de supra importância da professora Edith Alencar, justamente a nomeação do estado que comprova seus quase 25 anos de experiência como professora, como isso conforme no edital já seria 25 pontos que queria tirar da professora.

Já com atraso, publicaram os resultados no dia 23.01.2017 no Diário Oficial. Para surpresa da professora Edith Alencar ao ver a classificação do cargo de professor de Geografia, o qual estava concorrendo, a mesma ficou em 7º colocado no processo seletivo. A professora Edith ficou surpresa, mas com a tamanha repercussão principalmente por partes de professores ligando toda hora, reclamando, e pedindo ajuda não a professora e sim a vereadora, e sempre dizendo que só vocês mesma podem se ajudarem, buscando resposta e atrás dos seus direitos, no edital dar direito a qualquer um professor a entrar com recurso, possibilitando uma revisão do currículo e dos documentos na presença da Comissão Fiscalizadora. Após a orientação, a professora Edith, primeiro tentou ligar para o Secretário de Educação em busca de uma resposta perguntando sobre os membros da comissão fiscalizadora, o próprio secretário não soube informar quem era os membros, e partiu para ignorância dizendo que a professora Edith Alencar não iria intimidar ninguém, que ela como professora esperasse sua vez a ser chamada no processo seletivo, que procurasse o Sr. Renato.

Após conversar com algumas pessoas que me procuraram e diziam se sentir prejudicados, me preocupei e liguei para Sr. Renato, que me falou que os membros da comissão do edital não participaram da seleção, assustada com tal revelação a professora no dia seguinte foi deixar o recurso na Secretaria de Educação, ao chegar o senhor Gastão lhe recebeu dizendo que realmente ocorreu um equívoco na soma do resultado da professora Edith, que já estava tudo resolvido, e que a professora Edith teria somado 49 pontos, Edith perguntou se o Secretario fazia parti da comissão fiscalizadora? O Secretário disse que não! Quero falar com os membros da comissão, assim apresentaram os verdadeiros e competente membros da comissão, Professor João Neto e Professor Manoel Murici. Edith pediu para o mesmo que analisasse todos os documentos de seus currículos, os membros assim o fizeram, e para grata surpresa atestaram que a pontuação da professora Edith Alencar somava 68 pontos, e iriam fazer a correção, e mandar para prefeito homologar e publicar.

Agora fica uma pergunta no ar, será que tudo isso foi só com o currículo da professora Edith Alencar, sabemos que nas eleições essas mesmas turmas ameaçam funcionários do Município em demissão, só que tinha simpatia com o trabalho dá vereadora Edith Alencar.

Isso é um crime grave, um caso de polícia, não é a primeira vez que o Secretario de Educação é denunciado pelo esse site, o prefeito tem que fazer alguma coisa, fica feio para sua gestão. E não foi só a professora Edith Alencar que entrou com recurso não, teve várias pessoas que buscaram seus direitos, muitos das cidades de Água Branca, Alagoinha e São Pedro. Pois as pessoas da cidade de Agricolândia foram poucas que entraram com recurso, os mesmos relataram para professora Edith que ficaram com medo de serem perseguidas por um "pelotão de fofoqueiros", que se instalaram na prefeitura e na Secretaria de Educação! 

E ainda disseram em alto e bom tom, professora só você para enfrentar esse povo em Agricolândia, se esse grupo quiser derrubar um cidadão para o prefeito, eles jogam na lama, ameaçam, inventam tantas coisas para o prefeito, que essa pessoa cai nas desgraças dele, fica marcado negativamente pelo resto das suas vidas. E o pior é que o prefeito acredita apenas neles. O prefeito esqueceu o povo humildes que elegeu ele, ninguém consegue mais falar com o prefeito não!


O site agricolandianews.com coloca sua página eletrônica a disposição do Secretaria caso queira se esclarecer sobre essa matéria.

zMAIS FOTOS (Clique na foto para ampliar):

Agricolandia é convidada para capacitação de gestores na APPM

26/01/2007 - 16h01min
ampliar Agricolandia é convidada para capacitação de gestores na APPM Agricolandia é convidada para capacitação de gestores na APPM

Atenção senhores gestores de Agricolândia, (Jocione, Presley, Edith Alencar, Ivoneide Fernandes, Maxzuell, Antônio Filho, Waldir Roseno e Afrânio).


Com objetivo de orientar sobre a correta aplicação dos recursos públicos federais, o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União realizará no Piauí, no dia 6 de fevereiro, o Encontro Município Transparente. Eventos regionalizados, nos 26 Estados do país, vão reunir prefeitos e prefeitas para esclarecer iniciativas de melhoria da gestão, combate à corrupção e incentivo à transparência.


O encontro acontece na APPM, que já tem um trabalho de destaque na área, e deve reunir prefeitos e técnicos. A programação inclui temas como: fiscalização nos municípios, orçamento, licitações e contratos, prestação de contas, ouvidoria, transparência pública, Lei Anticorrupção e atuação do controle interno na Administração Pública.


Apoio e cobertura, agricolandianews.com

Concurso publico e processo seletivo

25/01/2007 - 16h00min
ampliar Concurso publico e processo seletivo Concurso publico e processo seletivo


O concurso público nasceu com a Revolução Constitucionalista de 1932, quando Getúlio Vargas promulgou, em 1934, a Constituição da República dos Estados Unidos do Brasil, estabelecendo mecanismos imparciais para o provimento de cargos públicos.
Contudo, só em 1967 o certame se tornou obrigatório para o provimento de todos os cargos, excetuando-se os cargos em comissão. A Constituição de 1988 seguiu essa exigência no seu artigo 37, inciso II.
Trata-se de dupla garantia: ao Estado, de que os mais aptos ao desempenho da função pública serão escolhidos; ao cidadão, de que disputará uma vaga com impessoalidade na seleção, afastando as indicações dos feudos políticos e do coronelismo, que não têm compromisso com a moralidade e a eficiência.
Se não é a ferramenta perfeita, é a melhor concebida até o momento. Na Câmara dos Deputados, várias propostas legislativas tramitam para maior confiabilidade ao sistema, disciplinando os requisitos para a elaboração das provas, o impedimento à dubiedade de respostas, a vedação ao certame apenas para cadastro de reserva, a proibição de questões elaboradas com intuito de induzir em erro o candidato, entre uma série de regras contra a insanidade que inspira alguns editais e bancas de concurso público.
Após o estágio probatório, o servidor é efetivado. Ao fim de três anos, adquire a estabilidade, desde que aprovado nas avaliações especiais de desempenho. A estabilidade aperfeiçoa a relação estatutária entre servidor e Estado, que somente pode ser rescindida (unilateralmente, pela Administração), em caso de falta grave apenada com demissão, mediante formal processo administrativo, a exemplo da acumulação ilegal de cargos. Também pela excepcional necessidade de redução de quadro de pessoal ou insuficiência de desempenho, nos termos previstos nos artigos 41, §1º, III, e 169, §§ 3º a 7º, da Constituição, que aguardam regulamentação legal.
Excepcionalmente, o candidato ao serviço público será submetido ao Processo Seletivo Simplificado (PSS), no qual a contratação se dará de forma mais simples, rápida e objetiva, através de provas e títulos, podendo ocorrer através de análise de currículo.
A previsão dessa modalidade de ingresso, na esfera federal, encontra-se na Lei 8.745/93, reprisada nas esferas e regionais por leis estaduais.
O procedimento é usado na seleção de profissionais para atender as necessidades de contratação temporária de excepcional interesse da Administração Pública direta ou indireta, vinculada a funções determinadas na lei de regência.
O servidor que entrar no serviço público através do processo simplificado não adquire a estabilidade, vez que a relação  de trabalho estabelecida é sempre por tempo determinado, temporária, variando de 6 meses a 4 anos, a depender da atividade contratada.
Portanto, para a destituição do cargo investido através de PSS, basta que a Administração Pública não renove o contrato ou o prazo máximo seja esgotado, pois não há vínculo estável entre as partes.
Apesar de sua existência, o Processo Simplificado deve ser objeto de fiscalização constante, pois em nenhuma hipótese pode ser usado para preenchimento regular de funções públicas.
Dadas as facilidades envolvidas nas alternativas simplórias, como a seleção simplificada, a terceirização e o comissionamento, cabe ao gestor e a cada cidadão zelarem para que o concurso constitucional seja a regra, sem o que a legalidade, moralidade, eficiência e impessoalidade restam comprometidas.


Fonte: Rudi Cassel  e Jeronimo Paludo (Cassel Ruzzarin Santos Rodrigues Advogados)

Confira o Resultado do Teste Seletivo de Agricolândia

23/01/2007 - 17h17min
ampliar Confira o Resultado do Teste Seletivo de Agricolândia Confira o Resultado do Teste Seletivo de Agricolândia

O Prefeito Municipal no Uso de Suas funções torna público o resultado do Teste Seletivo Simplificado para cadastros de Reserva destinado à contratação de Professores para a Secretaria Municipal de Educação conforme o Edital Nº001/2016 de 19 de dezembro de 2016.


RESULTADO CLICK AQUI

Prefeito de Agricolândia assina convênio na FUNASA

17/01/2007 - 09h46min
ampliar Prefeito de Agricolândia assina convênio na FUNASA Prefeito de Agricolândia assina convênio na FUNASA

Prefeito de Agricolândia assina convênio na FUNASA para construção de módulos sanitários


O prefeito Walter Alencar da cidade de Agricolândia localizada na região do Médio Parnaíba assinou na manhã desta segunda feira (16/01), um convênio junto a FUNASA uma parceria que com a PMA que irá viabilizar a construção de módulos sanitários para a localidade Tamboril. Além do município de Agricolândia outros municípios também serão contemplados com o convênio.


O incansável Gestor agricolandense sabe que os recursos oriundos do governo para os municípios são escassos por isso devemos ir atrás de recursos nas mais diferentes vertentes orçamentárias para desenvolver um bom trabalho frente a prefeitura municipal, palavras do prefeito Walter Alencar.

Prefeito Walter participa de audiência com Margarete Coelho e garante benefícios

16/01/2007 - 13h00min
ampliar Prefeito Walter participa de audiência com Margarete Coelho e garante Prefeito Walter participa de audiência com Margarete Coelho e garante

Prefeito Walter participa de audiência com Margarete Coelho e garante benefícios para município


Na quinta-feira (12/01), o prefeito reeleito Walter Alencar foi à capital do Estado em busca de melhorias para o município. Durante conversa com a vice-governadora Margarete Coelho, solicitou que fosse autorizado o projeto para reforma da praça central, a aquisição de uma ambulância e outros.


“Viemos reivindicar junto ao Governo mais melhorias para a população de Agricolândia. Solicitamos projetos para reformar a praça central, a aquisição de uma ambulância, 5km de calçamento e também a urbanização de uma lagoa em nosso município”, comentou o prefeito Walter.


Para a satisfação dos agricolandienses, as solicitações foram atendidas. A vice-governadora autorizou que fossem feitos os projetos e, posteriormente, serão autorizadas as licitações para que a obra seja efetivada.

zMAIS FOTOS (Clique na foto para ampliar):

Discurso de posse do Prefeito Walter Alencar

12/01/2007 - 13h25min
ampliar Discurso de posse do Prefeito Walter Alencar Discurso de posse do Prefeito Walter Alencar

Posse do prefeito Walter Alencar

EnqueteVocê é a favor ou contra da Lei da Ficha Limpa para nosso municipio. Vote SIM P/ a favor e NÃO P/ contra.

Auditado por Google Analytics