Seu navegador não suporta Javascript.

Notícia Destaque: Discurso de posse da Vereadora Edith Alencar

12/01/2007 - 13h19min
ampliar Discurso de posse da Vereadora Edith Alencar Discurso de posse da Vereadora Edith Alencar

Posse da Vereadora Edith Alencar para seu terceiro mandato.



Agricolandenses em férias no litoral Piauienses

09/02/2011 - 15h37min
ampliar ferias no litoral ferias no litoral

No ultimo final de semana de janeiro um grupo de agricolandenses alugaram uma casa no litoral piauiense para curtir o final de férias, vale ressaltar que já é o quinto anos que curtem o final de férias no litoral.


“Trabalhamos o ano todo, é justo curtir um final de semana no litoral”. Disse um empresário Eduardo Vasconcelos.

zMAIS FOTOS (Clique na foto para ampliar):





TV NEWS - VÍDEOS


   

Ver todos os vídeos

Agricolândia recebe a visita de seus filhos que residem em Presidente Dutra - MA

09/02/2011 - 13h40min
ampliar Manoel Neca e Dona Maria do Reis Manoel Neca e Dona Maria do Reis

O senhor Manoel Neca juntamente com seus filhos que residem aqui em Agricolândia, receberam no inicio dessa semana as ilustres visitas dos seus familiares que residem em Presidente Dutra no estado do Maranhão.

Um grande almoço foi realizado nesta terça-feira (08) onde se reuniram para uma confraternização familiar e estavam presentes Vanja, Beatriz, Helqueanny, Cledina, Maiquelle e Suart Jr de Presidente Dutra, Ecí, Antonio Neca, Maria José, Teresa e o velho Dico que residem em Agricolândia.

Nós do site agricolandianews.com se sente honrado, por ter sido procurado por nossos leitores que residem em Presidente Dutra e lá sabem tudo sobre nossa cidade pelo site. Desejamos boas vindas a Agricolândia e bom retorno a sua cidade.


Fotos: Arquivo Pessoal

zMAIS FOTOS (Clique na foto para ampliar):





130 Prefeitos ainda podem ser cassados pelo TRE no PI

09/02/2011 - 14h23min
ampliar não venda seu voto não venda seu voto

MAIS DE 40 CASSADOS: Maioria dos gestores são acusados de comprar votos nas Eleições 2008


Exatos 130 prefeitos eleitos em 2008 ainda podem ser cassados pela Justiça Eleitoral Estado do Piauí. São 23 Ação de Impugnação de Mandato Eletivo – AIME; 42 Ação de Investigação Judicial Eleitoral – AIJE e 65 Classe Representação – RP.

Um novo relatório foi divulgado pela Corregedoria Regional Eleitoral e aponta a existência de 2.921 (dois mil novecentos e vinte e um) processos em tramitação e pendentes de julgamento nos Juízos Eleitorais de 1º Grau. O Relatório Estatístico refere-se ao mês de janeiro e foi elaborado com base em dados fornecidos pelos Cartórios Eleitorais até o dia 08 de fevereiro de 2011.

Em relação ao cumprimento da Meta n.º 02 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) - “Identificar e julgar todos os processos judiciais distribuídos (em 1º, 2º grau ou tribunais superiores) até 31/12/2005” - encontram pendentes de julgamento 40 (quarenta) processos judiciais, pelas Zonas Eleitorais. Com relação a Meta n.º 02 projetada em 26/02/2010 para 2010 – “Cumprir integralmente a meta de nivelamento n. 2 de 2009 e identificar e julgar todos os processos judiciais distribuídos até 31/12/2006” – encontram-se pendentes 111 (cento e onze) processos eleitorais.

O relatório completo pode ser encontrado na página da Corregedoria Regional Eleitoral do Piauí. O Piauí teve prefeitos cassados em quase 20% dos 223 municípios depois das eleições de 2008. Segundo a Justiça Eleitoral, a maioria das 44 cassações foi por conta de abuso de poder político e compra de votos.


Fonte:180graus.com





Polícia Rodoviária Federal alerta que fará operação Tolerância Zero

09/02/2011 - 13h34min
ampliar Policia Rodoviaria Policia Rodoviaria

Visando diminuir o número de acidentes e mortes nas rodovias federais que cortam o Piauí durante a semana do Carnaval, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) anuncia previamente que vai realizar a operação “Tolerância Zero” na semana dos dias 5, 6, 7 e 8 de março.

Motoristas infratores são o alvo. Segundo o Núcleo de Comunicação da PRF (Nucom), as barreiras devem receber ordem de não deixarem nenhum veículo passar sem ser fiscalizado.

A operação deve ser comandada pelos inspetores Bernardo e Ciro, da Delegacia de Polícia Rodoviária de Teresina. Quem for pego cometendo irregularidades vai ser autuado e quem for flagrado em prática de qualquer crime, será detido.

De acordo com levantamento do ano passado, a PRF, o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE), e as polícias Militar e Civil, aconteceram 31 mortes durante o período do Carnaval, sendo que, a maioria foram vítimas de acidentes de carros e moto.


Fonte:portalaz.com.br


 





Agricolandianews e NEW SOM uma parceria que promete

09/02/2011 - 10h16min
ampliar NEW SOM NEW SOM

O site agricolandianews.com realizou uma grande parceria com o pancadão mais badalado em Agricolândia e todo o Estado do Piauí, Pancadão NEW SOM de Teresina – PI, onde os nossos leitores só têm a ganhar, em breve, estaremos com grandes promoções para você que é nosso leitor.


Queremos agradecer ao Proprietário da NEW SOM pela confiança em nosso trabalho, e espero um crescimento cada vez mais.


Aguardem mais novidades.

Delegado é denunciado por abuso de autoridade contra estudante

09/02/2011 - 09h34min
ampliar Caracol Caracol

CARACOL: Secretaria abriu investigação após dois jovens terem acusado o tenente de ameaça, calúnia, injúria e racismo.

O titular da delegacia do município de Caracol foi denunciado à Secretaria de Segurança nesta terça-feira (8). O tenente Francisco Tomaz de Sousa de abuso de autoridade no dia 31 de janeiro, quando dois jovens foram levados à delegacia sob suspeita de invadir a Prefeitura. A dupla alega ter sido autorizada a buscar documentos históricos para um trabalho acadêmico. Um dos envolvidos é colunista de um portal de notícias da região.

Lucas Braga da Silva, titular de coluna no site Sul do Piauí, e Jackson Dias Rocha, que foi funcionário do Município e ajudava o estudante na pesquisa, reclamam terem sido alvo de ameaça, injúria, racismo e calúnia. O primeiro estuda arqueologia na Universidade do Vale do São Francisco e garante ter ido a Caracol por motivos acadêmicos. Após levar o caso ao secretário de Segurança, Jackson trouxe a denúncia ao Cidadeverde.com, acompanhada de uma gravação que ele afirma ter sido feita durante o episódio. 

Em aproximadamente 20 minutos de gravação é possível ouvir um homem, que seria o delegado, ordenar que ele continuasse sentado, após o mesmo afirmar que iria telefonar para seu advogado, direito dos envolvidos. Outro momento que chama a atenção é quando a mesma voz desautoriza que seu nome seja publicado em qualquer veículo de comunicação. "Se botar, se arrebenta", diz.

Durante todo o diálogo, o homem que se identifica como delegado insiste em dizer aos estudantes que eles não podiam entrar na Prefeitura sem autorização. Ele afirma que recebeu denúncia de invasão do prédio, e ao saber da versão dos alunos, chama um funcionário, identificado como Edmilson, para confirmar a informação. Ao chegar, o servidor disse que autorizou a entrada e foi comunicado depois que só poderia fazê-lo se as visitas fossem acompanhadas por pessoas do setor.

A voz apontada como do tenente Chiquinho, como também é conhecido o delegado, repreende o servidor por ele ter permitido a entrada de pessoas sem ter essa atribuição. E insiste em explicar aos dois jovens que, mesmo sendo os documentos públicos, havia necessidade de autorização para entrar no recinto: "É do povo? É. Mas que o povo saiba também como se dirigir".

O caso virou notícia e foi motivo de pedido de investigação do Ministério Público, assinado pelo promotor Régis de Moraes. Uma outra pessoa também é denunciada no documento por agressão gratuita em frente ao hotel no qual o estudante estava hospedado.

O secretário Robert Rios informou ao Cidadeverde.com que um coronel da Polícia Militar irá apurar a denúncia para que, caso confirmada, as providências sejam tomadas.

O Cidadeverde.com tentou, sem sucesso, localizar o tenente na tarde desta terça-feira.

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

O crime compensa - especialmente com esses impostos

08/02/2011 - 11h10min
ampliar um real um real

Semana passada, fui a uma papelaria de bairro comprar uma miudeza. Paguei com três moedas de um real. A tiazinha, mal pegou as moedas, disse; “Ah, meu filho, essas moedas são todas falsas!”


“Como assim? Como a senhora sabe?”


“Ah, dá pra saber só pelo peso! Quer ver só uma coisa?”


A tiazinha pegou um ímã.


“Olha só: a moeda de verdade cola no ímã; as falsas, não.”


E não é que deu certo? Nas minhas três moedas, o ímã não colou; quando ela tirou outra moeda da caixa registradora, colou.


Saí de lá embasbacado. Por vários motivos:


Em primeiro lugar, por uma senhorinha de uma papelaria de bairro conseguir identificar as moedas falsas só de pegá-las na mão.


Em segundo lugar, pela naturalidade com que a senhora comentou o crime, o que mostra a freqüência com que isso deve acontecer.


Mas o que mais me surpreendeu foi o fato de alguém falsificar uma moeda de um real.


Fiz umas contas de cabeça: será que vale o investimento? Será que fazer uma moeda falsa de um real não custa mais de um real?


Com certeza não, ou então seria mau negócio.


Mas faz pensar: em algum fundo de quintal ou galpão escondido por aí, tem um malaco produzindo moedas falsas. Será que ele tem funcionários? Suponho que sim, porque a produção tem de ser em larga escala para compensar o baixo valor da moeda.


Se ele tem funcionários, será que são registrados? Ele dá vale-transporte? Tíquete-refeição? Seguro-saúde? Afinal, não é porque alguém trabalha falsificando moedas que não fica doente, não é mesmo?


Quanto será que custa o metal bruto, o maquinário, a produção e o transporte dessas moedas? Deve ser um custo bem baixo, para compensar um produto ilegal que vale apenas um real.


A conclusão é simples: o crime só compensa porque o bandido não paga imposto. Se pagasse os impostos e encargos que todo empresário paga no Brasil, uma moeda de um real custaria três.


Fonte – folha.com/André Barcinski

Pinto de 4 pés chama atenção de populares

08/02/2011 - 10h07min
ampliar Pinto de 4 pés Pinto de 4 pés

Um fato inusitado aconteceu no município de Monsenhor Gil, é que um pinto nasceu com 4 pés e já chama atenção de boa parte da população local. O pinto morreu 4 horas após nascer, mas atraiu atenção de muitos curiosos.

Detran se tornou um caso de polícia, e polícia federal

08/02/2011 - 10h02min
ampliar detran detran

A imprensa local divulgou, no final de semana, a saída de Tiago Mendes Vasconcelos da direção-geral do Detran como uma queda. Nada disso! Ele é uma pessoa da confiança do governador Wilson Martins e estava lá apenas respondendo pela direção, como ficou bem explicitado durante a sua nomeação, no início do governo. Wilson pôs uma pessoa sua no Detran enquanto tentava fechar os acordos políticos com os demais partidos da base aliada. Ele poderia precisar do cargo para futuras composições.

Assim, nomeou interinamente uma pessoa sua, filiada ao PSB, suplente de vereador da capital, que já foi para lá sabendo que passaria apenas uma chuva. ou mesmo um sereno. Foi o que aconteceu. Nos entendimentos políticos com os aliados o governador não precisou rifar o Detran e leva para a sua direção um técnico.

A posse do novo diretor geral do órgão será hoje, às 7h30. Trata-se de José Antônio Vasconcelos, 53 anos, aposentado pela Polícia Federal do Piauí. Ele possui formação acadêmica como bacharel em Direito e História.

O governador se reuniu ontem com o novo diretor e explicou que a missão dele será 'aplicar a lei de forma rígida, pois temos um grande serviço a prestar para a população'. Ao levar para o Detran um policial federal, o governador atesta que o Detran é um caso de polícia. E Polícia Federal!


Fonte:180graus.com/Zózimo tavares

Baile dos Motoqueiros foi um sucesso

07/02/2011 - 13h30min
ampliar Nayra - Garota dos Motoqueiros Nayra - Garota dos Motoqueiros

A dupla Nathan e Tatá promoveram no ultimo sábado(05), o II Baile dos Motoqueiros, com a escolho da Garota dos Motoqueiros, o evento foi animado pelo Pancadão Pérola Negra na futura casa show da cidade, “ que será inaugurada sábado de aleluia”, muita gente bonita estiveram presentes, onde elegeram a “Garota dos Motoqueiros” a jovem Nayra.

Confira como foi o evento.


Fotos: 180graus

zMAIS FOTOS (Clique na foto para ampliar):

CRAS de Agricolândia está sendo aberto durante á noite para uso de internet.

07/02/2011 - 13h30min
ampliar CRAS de Agricolândia CRAS de Agricolândia

O site agricolandianews recebeu uma grave denuncia, segundo informações de populares, filho de funcionário do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS, estão utilizando as dependências do referido CRAS,para a utilizar a Internet no horário da noite, tarde da noite estão abrindo as porta do mesmo, isto é muito grave, por isso pedimos que as autoridades responsáveis pelo estabelecimento possam tomar as devidas providências, pois lá há muitos recursos federais. E não se pode ficar exposto a terceiros ou a vândalos.

O site fica disposição dos responsáveis para esclarecimento.

WILSÃO acusado de usar ONG fantasma para comprar voto

07/02/2011 - 12h54min
ampliar diario do povo diario do povo

NO JORNAL DIÁRIO DO POVO: Prisões, apreensões, fugas e dinheiro podem render em cassação

O jornal Diário do Povo, em sua edição desta segunda-feira (07/02), traz reportagem sobre a ação do Ministério Público Eleitoral que pede a cassação do mandato do governador Wilson Martins (PSB). A açao tramita no TRE em segredo de justiça, mas o jornal teve acesso a uma cópia do documento.

Com base em prisões e investigaçoes da Polícia Federal, o procurador eleitoral Marco Aurélio Adão acusa o governador Wilson Martins de usar uma ONG fantasma para comprar votos para a sua reeleiçao. A reportagem exclusiva do Diário do Povo compromete e muito a imagem do chefe do poder executivo reeleito em outubro do ano passado.

Eis o texto publicado pelo Diario, assinado pelo seu editor-chefe, jornalista Zózimo Tavares:

-Procurador acusa Wilson de usar ONG fantasma para comprar voto
Por Zózimo Tavares

O Ministério Público Eleitoral, através do procurador Marco Aurélio Adão, acusa o governador Wilson Martins de ter capitalizado uma ONG fantasma, com recursos públicos, para comprar votos para ele, na eleição passada. A denúncia foi feita ao Tribunal Regional Eleitoral, com pedido de cassação do registro ou do diploma do governador.

A ação contra o governador foi protocolada no TRE no dia 20 de dezembro passado, sob o número 41.714/2010. Ela corre em segredo de justiça, mas o Diário teve acesso a uma cópia da ação, formulada com base em provas anexas e cópia de inquérito instaurado pela Polícia Federal e também em dispositivos da Lei Eleitoral.

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral por abuso do poder econômico, captação ilícita de sufrágio e arrecadação e despesas ilícitas em campanha eleitoral, com 22 páginas, alcança também o vice-governador Antonio José Moraes Souza Filho, “litisconsorte passivo necessário nos termos da jurisprudência atual do Tribunal Superior Eleitoral”.

ENTENDA A DENÚNCIA
Após investigações da Polícia Federal, condensadas no Inquérito número 668/2010-SR-DPF/PI, o Ministério Público Eleitoral acusa o governador Wilson Martins de ter repassado mais de R$ 500 mil para uma desconhecida Fundação Francisca Clarinda Lopes, apontada como responsável por ações de aliciamento de eleitores.

O Ministério Público Eleitoral chegou à ONG após as prisões, na madrugada de 31 de outubro de 2010 – dia da realização do segundo turno das eleições – de quatro pessoas, por corrupção eleitoral. Na ocasião, foi apreendido também um menor, usado no esquema de aliciamento de eleitores.

“Tudo se iniciou quando dois policiais militares realizavam ronda na avenida Gil Martins, nas imediações do cruzamento com a avenida Miguel Rosa, por volta das 3:00h, desse 31 de outubro de 2010. Os agentes públicos viram várias pessoas, em especial mulheres e crianças, paradas na via pública. A aglomeração lhes pareceu inusitada, sobretudo naquele horário, tendo em vista que se tratava de um local perigoso”, diz a denúncia do procurador, em sua página 3. Ele prossegue: “Esses PMs registraram, em depoimentos no inquérito policial cuja cópia segue anexa, que as pessoas pareciam ‘esperar algo’. E mais: “No semáforo do cruzamento das avenidas Gil Martins e Miguel Rosa, os policiais perceberam uma motocicleta, na qual estava afixado um aparelho sinalizador giratório (giroflex) de luz amarela, com a placa coberta por adesivo do candidato Wilson Martins”.

FUGA E PERSEGUIÇÃO
Segundo a denúncia, o condutor da motocicleta era o menor, que abordado pelos policiais, fugiu do local e passou a ser perseguido. Após cerca de 15 minutos de fuga, o menor foi detido em uma casa do bairro Piçarra, na qual tentou entrar. Os policiais solicitaram reforço durante a perseguição e, quando da detenção do menor, já estavam sob o comando direto de um oficial (tenente) da PM.

Uma mulher saiu da casa em frente à qual o menor foi detido, mas ela negou conhecer o menor. No entanto, a dona da casa passou a telefonar para várias pessoas. Imediatamente, duas delas chegaram ao local, em uma caminhonete L-200, que trafegava com um giroflex idêntico ao utilizado na motocicleta guiada pelo menor.
Um dos ocupantes do carro pediu aos policiais militares que “ajeitassem” a situação, porque o pessoal “era gente deles”. Segundo a denúncia, no cumprimento de seu dever, e ante essa atitude suspeita, os policiais realizaram busca na L-200 e em um automóvel Siena que estava estacionado em frente à casa.

“No interior dos veículos, localizaram farto material de propaganda do candidato Wilson Martins, recibos, listas com registros de pagamento em nome de várias pessoas, cópias de documentos (carteiras de identidade, CPF’s, faturas de energia elétrica e de água, além de pequenas fichas da Fundação Francisca Clarinda Lopes com indicação dos valores de R$ 10,00 e de R$ 20,00. No interior do Siena havia também outros sinalizadores giratórios (giroflex) para veículos”.
De acordo ainda com a denúncia, os policiais militares avistaram no interior da casa mais material de propaganda do candidato Wilson Martins. “Perceberam, então, que aquela casa funcionava como uma espécie de “ponto de apoio” da campanha do referido candidato. Isto porque, além do material de propaganda avistado na casa, enquanto eram efetuadas as prisões e vistorias, se dirigiam ao local várias motocicletas e carros, embora fosse de madrugada”, expõe o procurador.  Os policiais decidiram, então, isolar a área, enquanto aguardavam a Polícia Federal, “ já acionada ante os relevantes indícios de crime eleitoral”.

TEVE ATÉ A 'OPERAÇÃO ABAFA'
Os policiais militares envolvidos na operação registraram, em depoimentos na Polícia Federal, que houve tentativa de interferência na sua atuação. Um exemplo: a mulher dona da casa tentou entregar um telefone celular ao tenente que comandava a operação, dizendo que se tratava de uma ligação do coronel Paulo de Tarso, da segurança do governador.

O tenente não recebeu o aparelho, argumentando que cumpria o seu dever, na forma legal. Em depoimentos na PF, confirmou-se a ligação telefônica, embora tenha sido negada a tentativa de interferência indevida nas prisões. Mas a PF apurou que foi o coronel Paulo de Tarso quem entregou a caminhonete L-200 que estava em poder de um dos presos. A Polícia Federal apurou também que, naquela madrugada, o comandante da Polícia Militar, coronel Francisco Prado, telefonou para o tenente responsável pelas prisões e apelou “para liberar os meninos”. Ao saber que, àquela altura, a Polícia Federal já fora acionada, o comandante da PM teria proferido ameaças.

Ao assumir a ocorrência e lavrar as prisões em flagrante, a Polícia federal pleiteou e obteve mandados judiciais para busca e apreensão. As diligências foram realizadas ainda na manhã do dia 31 e resultaram na apreensão de computadores e de inúmeros documentos, “em especial recibos e listas contendo relações de nomes de pessoas que eram remuneradas no âmbito da campanha do candidato a governador Wilson Nunes Martins”.

CARREATAS E MOTORAÇOS ERAM PAGOS
A denúncia do Ministério Público Eleitoral assegura que as carreatas e motoraços realizadas pela campanha do candidato Wilson Martins eram pagos, através da Fundação Francisca Clarinda Lopes. “Em geral, os pagamentos ocorriam mediante uma ordem de abastecimento de combustível de R$ 25,00, no início da carreata, mais R$ 20,00, ao final – os quais eram pagos em dinheiro ou com a entrega de uma ficha da Fundação Francisca Clarinda Lopes, contendo a indicação desse valor, a qual deveria ser trocada por numerário, no dia seguinte, na sede da entidade”.

Também eram remuneradas as atividades de bandeiraços e caminhadas da campanha do candidato Wilson Martins, de acordo ainda com a denúncia do procurador eleitoral. “Com esteio em grande aporte de recursos para a Fundação Francisca Clarinda Lopes, organizadores da campanha do Governador Wilson Martins aliciaram a vontade de centenas de pessoas desempregadas e de baixa renda, ao longo da campanha eleitoral de 2010, remunerando-as a pretexto de atividades político-partidárias (bandeiraços, caminhadas)”, denuncia o MPE.

FUNDAÇÃO FAZ CONTRATO ABERTO COM O PSB
A Polícia Federal apurou que os contratos da Fundação Francisca Clarinda Lopes com o comitê de campanha do governador Wilson Martins e com o Diretório Regional do PSB, presidido pelo próprio governador, “não tinha valor definido, pois dependia das tarefas realizadas”.

Para o procurador eleitoral, “delineou-se, pela conjugação desses fatores, contratos nos quais se previa o livre aporte de recursos para a Fundação Francisca Clarinda Lopes, com o objetivo de incentivar a admissão do maior número possível de colaboradores para “bandeiraços” e caminhadas, de forma indiscriminada e dissociada das ações de campanha planejadas e definidas – a ratificar, portanto, a pretensão velada de aliciamento dos colaboradores e a estratégia de que fosse arregimentado o maior número possível de eleitores mediante remuneração a título de ´trabalho´ na campanha”.

ATÉ OS ELEITORES DE WILSÃO VIRARAM FISCAIS
A denúncia do Ministério Público Eleitoral entregue ao TRE mostra também que a campanha do governador fazia “fiscalização” remunerada. Tais atividades não estariam relacionadas propriamente ao dia da eleição, como prevê a legislação eleitoral. “Denotam pagamentos a título de trabalho de ‘fiscal’ como mera forma de remunerar o apoio eleitoral”, sustenta o procurador Marco Aurélio Adão.

A ação do MPE lista vários incidentes e irregularidades provocados pelos ‘fiscais do Wilson’. Os casos se verificaram tanto em Teresina quanto no interior do Estado, sendo comprovados por autoridades como promotores e juízes eleitorais.

A TAL ONG FICA LOGO AO LADO DO PALÁCIO DE KARNAK
A Fundação Francisca Clarinda Lopes, segundo a denúncia do MPE, funciona na rua Félix Pacheco, no centro de Teresina, a poucos metros do Palácio de Karnak. A Polícia Federal apurou que a Fundação foi instituída em 1999, mas paralisou suas atividades por vários anos, retornado-as apenas em 2007. O estatuto da ONG estabelece que a entidade tem como objetivo “prestar serviços técnicos especializados na capacitação empresarial, planejamento, elaboração de projetos, consultorias, realização de cursos, seminários, palestras, workshopp, festas culturais e feiras de exposição às empresas, órgãos governamentais, não governamentais, autarquias e fundações”.

O seu estatuto veda explicitamente qualquer caráter político-partidário nas atividades da fundação. O procurador Marco Aurélio Adão enfatiza: “Ora, dessas características, logo se percebe a completa ilicitude dos contratos firmados pela Fundação com os comitês do PSB e do candidato Wilson Martins”.  O procurador cita que os contratos celebrados com a Fundação não tinham valores definidos, permitindo que se estabelecesse autêntica contabilidade paralela na campanha do governador à reeleição.

TCE CONFIRMA TODOS OS REPASSES PARA A FUNDAÇÃO
A ação do Ministério Público Eleitoral contra o governador Wilson Martins informa que a Polícia Federal colheu junto ao Tribunal de Contas do Estado documentos comprovando repasses do Governo do Estado para a Fundação Francisca Clarinda Lopes que somam mais de meio milhão de reais.

“O TCE informou que a Fundação recebeu do Estado do Piauí, por meio da PIEMTUR – Piauí Turismo e da Secretaria Estadual de Turismo, nos anos de 2009 e 2010, o valor de R$ 452.851,00”, denuncia o procurador. Ele diz também que o Diário Oficial do Estado publicou no dia 24 de junho do ano passado extrato de contrato, precedido de licitação na modalidade carta-convite, celebrado entre a Fundação e a PIEMTUR, no valor de R$ 131.869,48.

O contrato tem por objetivo a “realização de estudos e elaboração de projeto executivo visando a contratação das obras de urbanização do Parque da Cidade e Escola Ambiental Turística”. A licitação na modalidade carta-convite é a que mais permite direcionamento. Outra: o Parque da Cidade é municipal, pertence à Prefeitura de Teresina. Não há notícia de que ele tenha sido repassado ao Governo do Estado. E mais: a “Escola Ambiental Turística” é uma escola fantasma.
Na mesma época em que o Governo do Estado empanturrava uma ONG de fachada com recursos públicos, deixava ao abandono suas próprias obras. O Centro de Convenções de Teresina, por exemplo, estava com suas obras de reforma e ampliação paralisadas – como ainda se encontram – por falta de recursos. A obra é do Governo do Estado, tocada através da Piemtur.

O procurador conclui: “Deve-se consignar, nesse ponto, que a Fundação Francisca Clarinda Lopes reconhecidamente recebeu expressa quantia em dinheiro, mais de R$ 500 mil, unicamente para o pagamento de colaboradores da campanha do governador Wilson Martins”.  Por fim, além de propor a cassação dos mandatos do governador e do vice-governador, o procurador eleitoral Marco Aurélio Adão, que representa a Procuradoria da República no TRE, pede punição também para os sócios da Fundação e demais envolvidos no caso, todos devidamente identificados na ação.


Fonte:diariodopovo/Zozimo Tavares

DPVAT: Um prêmio aos criminosos

06/02/2011 - 23h32min
ampliar dpvat dpvat

O Brasil premia o crime e o criminoso

No Brasil, o Estado premia com um bom valor os irresponsáveis, os negligentes e os criminosos que matam e morrem todos os dias. De acordo com a lesão e no máximo, a morte, a vítima recebe uma certa quantia, sendo assim o rancking da premiação: indenização por morte é de R$ 13.500,00 por vítima e quem recebe são os herdeiros da vítima; o valor da indenização da invalidez permanente é de até R$ 13.500,00 por vítima e quem recebe a indenização por invalidez é a própria vítima do acidente; o valor do reembolso de despesas médico-hospitalares é de até R$ R$ 2.700,00 por vítima e quem recebe é a própria vítima.

Além disso, o Estado dá todo aparato médico-hospitalar, de exames, cirúrgico e de remoção, sendo um custo muito alto e representando a grande maioria dos atrendimentos do SAMU e dos prontos-socorros. As indenizações do DPVAT são pagas independentemente de apuração de culpa, da identificação do veículo ou de outras apurações, desde que haja vítimas, transportadas ou não.

Ne verdade, tanto o Seguro de Danos Pessoais causados por veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) quanto o atendimento no Sistema Único de Saúde é pago por cada brasileiro que possua veículo automotor (carro ou moto) obrigatoriamente todos os anos. Do Estado mesmo, dos governos federal, estadual e municipal não sai um centavo. "Em 2009 foram pagos 53.052 sinistros de morte, 118.021 de invalidez permanente e 85.399 de despesas com assistência médica, atingindo o total de R$ 1,808 bilhão, além dos desembolsos com os pagamentos das seguintes despesas com sinistros: honorários de regulação, de investigação, de auditoria e advocatícios, que totalizaram R$ 226,2 milhões." (Site DPVAT)

Em alguns países do primeiro mundo, como na inglaterra, após um acidente de trânsito as vítimas são encaminhadas pelo serviço público de urgência para uma unidade de pronto-atendimento e daí, se necessário, para procedimentos cirúrgicos. Até aí tudo muito parecido com o que acontece em nosso país. A diferença está no seguinte fato: após perícia do acidente, dos veículos e dos envolvidos, comprovada imperícia, imprudência ou negligência (aí incluídas embriaguez, falta de habilitação, velocidade superior à permitida), todas as despesas feitas, desde o atendimento de emergência até a indenização a terceiros são pagos pelo envolvido reconhecido como culpado.

Aqui no Brasil, não: todo o atendimento de urgência médico-hospitalar e de indenização são pagas por nós. Não importa se o condutor estava bêbado, sem CNH, na contra-mão: recebe todos os cuidados que qualquer ser humano tem direito após um acidente. Até aí tudo bem. Mas comprovada a culpabilizade, teria que haver o ressarcimento de cada centavo gasto com o criminoso. Infelizmente aqui se premia o crime e o criminoso. Talvez por isso o número de acidentes aumentem tanto a cada dia. Também, com um incentivo desses? Que outra chance teriam muitos de receber uma bolada dessas?

Saiba mais:
DPVAT - 0800-0221204

www.dpvatseguro.com.br

Ações do Governo beneficiam 220 mil famílias no campo

06/02/2011 - 09h07min
ampliar Plantio de Melância - imagem inlustrada Plantio de Melância - imagem inlustrada

O Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), tem cadastradas 220 mil famílias de agricultores familiares no Piauí, atendidas pelo Programa Nacional de Desenvolvimento da Agricultura Familiar (Pronaf). As famílias beneficiadas através de várias ações, como a distribuição de sementes, em todos os municípios piauienses.

O secretário Rubem Martins destacou os arranjos produtivos locais como a ovinocaprinocultura, que atende através do Programa Mesoararipe, em convênio com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf). Segundo ele, são 21 municípios atendidos por esse programa, sendo agora estendido para mais 20 municípios do Estado, nos quais são construídas unidades demonstrativas de transferência de tecnologia, exemplo que a Codevasf está aplicando nos demais Estados de sua jurisdição, dado o sucesso que vem sendo alcançado no Piauí.

Rubem Martins enalteceu o crescimento da apicultura em municípios como Picos, Simplício Mendes, São João do Piauí e Campo Maior. “São vários municípios que atuam com bastante apoio, principalmente na questão de estrutura e infra-estrutura”, frisou, lembrando a importância da construção da Casa-apis, na cidade de Picos, a mais importante estrutura de beneficiamento de mel do Nordeste. Avicultura - O incentivo à criação de galinha caipira e a cajucultura, segundo o secretário, são importantíssimos na região do semiárido, onde a SDR tem uma atuação muito forte.

Outra frente é a produção de hortifrutigranjeiros, através do Programa Cinturão Verde. São 24 unidades de hortas, atendendo mais de 500 famílias na região da Grande Teresina. A mecanização agrícola, com a distribuição de mais de 60 tratores com equipamentos agrícolas, terá prosseguimento por determinação do governador Wilson Martins, segundo o secretário, lembrando por outro lado o Programa Compra Direta Local, em convênio com o Governo Federal, que atende mais de 150 municípios, onde se adquire o produto da agricultura familiar e ali mesmo é distribuído com as prefeituras e associações beneficentes.

“É um programa em que o Governo compra direto do produtor, lá na roça dele, e deixa dentro do município para as ações sociais do município”, explicou. Ainda no campo social, o secretário destacou o Programa do Leite, que atende mais de 30 mil famílias atendidas em 120 municípios. “Temos ainda o Seguro Garantia Safra, que atendeu no ano agrícola 2010-2011, 78 mil famílias, vai passar a atender 85 mil famílias na próxima safra”, previu, destacando ainda que o programa de aquisição e distribuição de terras para o agricultor familiar atendeu mais de duas mil famílias. O Crédito Fundiário, que foi incorporado à SDR, atendeu 15 mil famílias no período de 2003 a 2010, o que representa em média três mil famílias/ano. Atualmente está prevista a instalação de mais 600 assentamentos no Interior do Estado.


Fonte: meionorte.com/piauirural

Morre pai de Ex-prefeito de Agricolândia

06/02/2011 - 22h07min
ampliar Manoel Ribeiro Manoel Ribeiro

Foi sepultado na tarde de hoje(05\02) no cemitério São Luis, na comunidade Tamboril, o corpo de Manoel Ribeiro pai do Ex- prefeito Dr. Barradas e do Dr. Raimundo. O mesmo faleceu na noite de ontem no Hospital de Agricolândia.

Nós que fazemos o site Agricolandianews nos solidarizamos com a família


Foto: reprodução

Secretária Lilian Martins diz que Piauí pode ter epidemia de dengue

05/02/2011 - 20h59min
ampliar Lilian Martins Secretaria de Saúde Lilian Martins Secretaria de Saúde

A secretária estadual de saúde, Lilian Martins, afirmou que no ano passado morreram 7 pessoas com dengue no Piauí. Ela falou que eram seis morte, mas na ultima semana do ano foi conformando mais uma morte pela doença.

Lilian alertou que, no Piauí, se não forem tomada as medidas necessárias, existe um grande risco de epidemia de dengue e aumento dos casos de morte. O diagnóstico da doença no Piauí foi apresentado pela secretária durante a visita do Ministro Alexandre Padilha ao Estado.


Fonte e Foto: meionorte.com

zMAIS FOTOS (Clique na foto para ampliar):

Hoje tem o Baile dos Motoqueiros com Pérola Negra

05/02/2011 - 09h40min
ampliar Hoje tem o Baile dos Motoqueiros com Pérola Negra Hoje tem o Baile dos Motoqueiros com Pérola Negra

É hoje sábado(05/02) o Baile dos Motoqueiros na futura casa de show de Agricolândia, com o Pancadão Pérola Negra.

Agradece Nathan e Tatá


confira outros eventos abaixo

zMAIS FOTOS (Clique na foto para ampliar):

Bandidos assaltam casa lotérica de Demerval Lobão

04/02/2011 - 16h14min
ampliar Imagem ilustrada Imagem ilustrada

Dois homens armados renderam na tarde de hoje (04/02) os funcionários de uma casa lotérica em Demerval Lobão, município da região da Grande Teresina. Eles estavam em uma moto Broz preta e levaram dinheiro do local. Um dos acusados vestia camisa vermelha.

O delegado Cleideni Moraes dos Santos está em diligências com policiais da cidade e acionou a Polícia Rodoviária Federal para fechar as barreiras para impedir a passagem dos suspeitos.


Fonte: cidadeverde.com

TCE pede o bloqueio das contas da Prefeitura de Agricolândia.

04/02/2011 - 14h37min
ampliar TCE - PI TCE - PI

O Tribunal de Contas do Estado pediu o bloqueio de contas bancárias de 42 prefeituras e 10 câmaras municipais que estão inadimplentes com o Sistema de Prestação de Contas Eletrônico do TCE (SAGRES), por um período de mais de quatro meses.


A obrigatoriedade da prestação de contas dos entes públicos é determinada pela Constituição Estadual. Segundo a resolução do TCE, os gestores têm um prazo de até 60 dias para apresentar os balancetes mensais. No entanto, alguns municípios estão sem prestar contas desde julho do ano passado.


Os municípios inadimplentes que terão as contas bloqueadas são: Agricolândia, Alagoinha do Piauí, Anísio de Abreu, Antônio Almeida, Aroazes, Bertolínia, Cabeceiras do Piauí, Capitão Gervásio Oliveira, Cocal de Telha, Coronel José Dias, Corrente, Cristino Castro, Curimatá, Currais, Curralinhos, Demerval Lobão, Dirceu Arcoverde, Eliseu Martins, Francisco Ayres, Guaribas, Ilha Grande, Jaicós, Jerumenha, Juazeiro do Piauí, Lagoa do Piauí, Landri Sales, Matias Olímpio, Nova Santa Rita, Oeiras, Palmeirais, Parnaguá, Patos do Piauí, Pau D?Arco do Piauí, Pavussu, Pimenteiras, Santa Luz, Santana do Piauí, São João da Serra, São João do Piauí, São Julião, Sebastião Leal e Uruçuí.


Em sete municípios, além do bloqueio de contas bancárias, haverá ainda a tomada de contas e a realização de auditoria, pois já tiveram as contas bloqueadas no passado, mas que recorreram à justiça e deixaram de prestar contas regularmente.


Os pedidos feitos pelo TCE referem-se a um novo período de inadimplência das prefeituras de Corrente, Palmeirais, Aroazes, Dirceu Arcoverde, Parnaguá, Cocal de Telha e Pau D?Arco do Piauí.


As Câmaras atingidas pela decisão do TCE são as dos municípios de Altos, Boqueirão do Piauí, Canto do Buriti, Cocal de Telha, João Costa, Novo Oriente do Piauí, Prata do Piauí, Santa Cruz dos Milagres, Santa Luz e Sebastião Leal.


Fonte: portaldaclube.com

Bando tenta assalto a Correios e faz três reféns em Palmeirais

04/02/2011 - 09h37min
ampliar Imagem ilustrada Imagem ilustrada

Um assalto à agência dos Correios de Palmeirais (a 108 km de Teresina) foi abortado no início da manhã desta sexta-feira(04). Segundo o agente civil José Rios, da 19ª Delegacia, ao perceberem a polícia fazendo ronda pela cidade, o bando fugiu levando reféns.

Um dos reféns seria um funcionário dos Correios, que informou à polícia sobre a tentativa de assalto. Quatro homens, em um veículo Gol branco, rondavam a agência, esperando o primeiro funcionário.

Ao perceberem a presença da polícia fazendo rondas, eles teriam abortado o roubo e pego três reféns para garantirem a fuga. “Cerca de meia hora depois, os reféns ligaram para a delegacia dizendo que tinham sido liberados no povoado Remanso”, explicou o agente Rios.

Nesta manhã, policiais da Rone, o delegado Inácio Vaz e policiais da cidade realizam diligências pela zona rural do município, procurando pistas dos assaltantes.

O comandante da Rone, capitão Fábio Abreu, confirmou que há uma equipe na cidade ajudando nas buscas pela quadrilha.


Fonte: cidadeverde.com

EnqueteVocê é a favor ou contra da Lei da Ficha Limpa para nosso municipio. Vote SIM P/ a favor e NÃO P/ contra.

Auditado por Google Analytics