Seu navegador não suporta Javascript.

Notícia Destaque: Residencial Novo Horizonte ganhara calçamento

16/05/2007 - 11h36min
ampliar Residencial Novo Horizonte ganhara calçamento Residencial Novo Horizonte ganhara calçamento

Residencial Novo Horizonte ganhará calçamento


O Prefeito Walter Alencar...
Leia a matéria completa

MAIS FOTOS:

Residencial Novo Horizonte ganhara calçamento
Residencial Novo Horizonte ganhara calçamento
Residencial Novo Horizonte ganhara calçamento


Superior Tribunal Militar libera acesso de jornal a processo de Dilma

17/11/2010 - 08h56min
ampliar Ficha da Dilma Ficha da Dilma

O Superior Tribunal Militar (STM) liberou nesta terça-feira (16) o acesso do jornal “Folha de S.Paulo” ao processo que, durante a ditadura militar, levou à prisão a presidente eleita, Dilma Rousseff. Por 10 votos a 1, o plenário concedeu o pedido feito pelo jornal, que havia sido impedido de conhecer os autos.

Com a decisão, o jornal poderá consultar e fazer cópias do processo, mas somente após a publicação da decisão no "Diário da Justiça", o que deve ocorrer na próxima segunda (22).

A advogada da "Folha de S.Paulo", Tais Gasparian, lamentou que a decisão tenha saído apenas depois das eleições. “Foi uma vitória da sociedade, mais que uma vitória da 'Folha de S.Paulo'. Esses documentos históricos jamais poderiam ser subtraídos. É lamentável que o pedido tenha sido deferido pós eleições”, disse.

O julgamento sobre o caso havia sido interrompido em 19 de outubro, com placar de 2 votos a 2, por um pedido de vista da Advocacia-Geral da União (AGU). Segundo o coordenador de Assuntos Militares da AGU, Maurício Muriack, a União deveria ter sido citada na ação.

O relator do caso no STM, ministro Marcos Torres, foi o único a votar contra o acesso do jornal aos autos. Ele entendeu que isso fere o direito à privacidade da presidente eleita. Segundo o ministro, não houve pedido de autorização a Dilma para ter acesso ao processo.

No início do julgamento, Torres propôs que fossem citadas na ação também a presidente eleita e outras 71 pessoas envolvidas no processo, instaurado durante a ditadura militar. A sugestão foi rejeitada pela maioria dos ministros.

O ministro relator citou ainda em seu voto a legislação que trata do acesso a arquivos públicos e que, segundo ele, justifica o sigilo do processo no caso.

“Acho que só com o consentimento dela [Dilma Rousseff] e dos outros deverá haver o afirmativo ou não para que seja reproduzido ou colocado à sociedade [o processo]”, afirmou o relator.

A maioria dos ministros, no entanto, entendeu que o acesso do jornal ao processo deve ser irrestrito, até porque os autos já estiveram disponíveis por anos nos arquivos militares.

“Uma pessoa que deseja servir a Pátria como homem ou mulher pública não pode desejar que fatos históricos relacionados à sua vida sejam subtraídos da informação do povo. Assim como não pode subtrair do público fatos personalíssimos de sua vida, como a saúde”, afirmou o ministro José Coêlho Ferreira.

A ministra Maria Elizabeth Guimarães Teixeira Rocha deferiu em parte o pedido do jornal. Ela sugeriu que fosse mantido o sigilo apenas de alguns trechos de 3 dos 15 volumes do processo. Segundo ela, é importante preservar relatos degradantes de torturas sofridas pelos envolvidos.

Para o ministro Cerqueira Filho, a imprensa deve utilizar as informações do processo com responsabilidade. “[Negar o acesso] é voltarmos ao período das cavernas, é conduzir a humanidade às trevas. No momento, a solicitação tem relevância política, e os impetrantes terão o discernimento de não atingir a honra e a imagem das pessoas. Que se abram os arquivos”, disse.

Fonte: G1





TV NEWS - VÍDEOS


   

Ver todos os vídeos

Marcelo Castro negociará participação do PMDB no novo governo, diz João Mádison

16/11/2010 - 17h53min
ampliar Dep João Madison Dep João Madison

Informação é de João Mádison, que defendeu a reforma administrativa e enxugamento da máquina.

Em meio à polemicas e especulações sobre reforma e enxugamento da máquina governista, o deputado estadual João Mádison (PMDB) afirma que ainda não é possível definir qual será a participação do partido na base governista. Na oportunidade o parlamentar defendeu a reforma administrativa.
 
“Vamos esperar a decisão do governador. Estamos interessados na reforma administrativa, esse é um momento oportuno para diminuir os custos e começar de fato investimento no estado”, declara o parlamentar.
 
Sobre as pastas destinadas ao PMDB no próximo governo Wilson Martins (PSB), o deputado diz que está sobre responsabilidade do deputado federal e presidente do partido Marcelo Castro.

“Depois da decisão do governador, vamos esperar a posição do presidente do partido. Tenho certeza que Marcelo Castro saberá conduzir isso da melhor forma”, afirma.
 
A declaração foi dada na manhã desta terça feira (16) na volta das atividades parlamentares na Assembléia Legislativa do Piauí.

Fonte:cidadeverde.com





Bolsa Família deve ser pago através de celular a partir de 2011

16/11/2010 - 10h41min
ampliar bolsa familia bolsa familia

Para isso, o telefone será equipado com um novo chip, que transformará o telefone em um cartão de pagamento.

Os beneficiários do programa Bolsa Família vão receber seu benefício pelo celular, informa reportagem da Folha de São Paulo. A novidade está sendo avaliada por um grupo de trabalho criado pela Caixa Econômica Federal.

O serviço deverá ser implantado no início de 2011. Para isso, o telefone será equipado com um novo chip, que transformará o telefone em um cartão de pagamento.

A Folha apurou que o "Bolsa Celular" será o primeiro passo da Caixa rumo à prestação de serviços de telefonia, um mercado aberto recentemente pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

As novas regras da agência permitem que qualquer empresa se associe às operadoras móveis do mercado usando a infraestrutura delas para prestar serviços de telefonia diretamente a seus clientes. Por isso, as interessadas foram batizadas de "teles virtuais".

A Anatel permitirá que os bancos escolham dois caminhos. No primeiro, as instituições comprarão no atacado milhões de minutos das teles e depois venderão (ou repassarão como prêmio) aos clientes. Na segunda opção, alugam a rede da operadora e prestam o serviço.

Fonte: Folha Online





Falsos pescadores recebem auxílio-desemprego pago durante defeso

16/11/2010 - 09h33min
ampliar Lagoa da Baixa em Agricolandia Lagoa da Baixa em Agricolandia

Parece até história de pescador, mas, infelizmente, não é. Em todo o país, farsantes estão passando a mão em R$ 500 milhões do seguro-desemprego da categoria. O benefício existe para sustentar os trabalhadores na época em que a pesca é proibida. Mas gente que nunca pescou na vida está recebendo esse dinheiro.

Na cidade de Imarui, no litoral catarinense, a principal atividade econômica é a pesca do camarão. A espécie se reproduz entre 15 de julho e 15 de novembro. Para garantir que haja camarão nas próximas pescarias, durante esses quatro meses (época do defeso), ninguém pode sair para pescar. Para sobreviver, o pescador ganha do Governo Federal um salário mínimo por mês. Em um cartaz sobre o seguro, o Ministério do Trabalho sugere: “pesque essa idéia”. Muita gente pescou a ideia e acabou fisgada pela Procuradoria da República em Santa Catarina.

Os sindicatos e colônias de pescadores, que representam a categoria, são de dar atestado de pescador a quem não é ou ignorar a lei que proíbe o pagamento a quem tem outra fonte de renda.

Para o Ministério Público Federal, a cada dois seguros-desemprego concedidos a pescadores, um é ilegal. Em todo o Brasil, isso representa cerca de R$ 500 milhões pagos todo ano pelo governo a quem não tem direito.

Além de Santa Catarina, outros dois estados estão na mira da Procuradoria. No Pará, oito pessoas são investigadas por facilitar a obtenção do benefício. Em São Paulo, são 500 investigados, 200 indiciados e três condenados por estelionato.

O vereador e presidente da Colônia de Pescadores de Imaruí, Vanderlei Antônio do Nascimento, é acusado de facilitar o acesso ao seguro de cerca de 100 falsos pescadores. Ele nega, mas admite que é difícil cumprir a lei. “Hoje não tem como cumprir se o pescador realmente viver daquilo. Só da pesca, ele não consegue viver em lugar nenhum", afirma.

O procurador Celso Três diz que o maior responsável pela fraude é o Ministério do Trabalho, que não fiscaliza como deveria, e vai processar o delegado do Ministério em Santa Catarina. “É um escândalo tão grande que eu não tenho dúvida de que, como acontece historicamente no Brasil, vai chegar a um ponto em que vai se extinguir esse benefício", aponta o procurador.

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, disse considerar estranha a posição do procurador e que o Ministério vai se defender em caso de processo. O ministro discorda dos números apresentados pelo Ministério Público e diz que, nos últimos oito anos, foram, no máximo, 15 mil denúncias de irregularidades que chegaram ao governo, menos de 1% do total de benefícios pagos. “A grande  maioria são de trabalhadores honestos e sérios. A exceção à regra tem que ser punida exemplarmente e, onde nós constatamos isso, nós punimos, cancelamos, processamos e até prendemos", afirma Carlos Lupi.


Fonte:globo.com


É bom lembrar que na época das eleições municipais quiseram aplicar o mesmo golpe em Agricolândia, prometendo salários de pescador para muita gente.


E a lagoa da baixa seca, cheia de trabalhador fazendo tijolo. É brincadeira o que querem fazer com o povo: além de enganarem com falsas promessas, coloca o trabalhador em risco de ser processado pelo Ministério Público.





Ministério Publico Federal investiga desvio de dinheiro público em prefeitura

16/11/2010 - 09h01min
ampliar Diga não a corrupção Diga não a corrupção

Os recursos foram desviados do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

O Procurador da República no Piauí, Carlos Wagner Barbosa Guimarães, através da portaria nº 95/2010, instaurou inquérito civil público para apurar irregularidades na aplicação de verbas federais repassadas pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, ao Município de Itaueira-PI, a 344 km da Capital do Piauí (Teresina), na Região Sul do Estado. Conforme portaria assinada no dia 28 de outubro deste ano (2010), pelo Procurador Carlos Wagner Guimarães, as verbas em que teriam ocorrido irregularidades, foram repassadas para o Município de Itaueira, no exercício de 2006, através do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI).

O Ministério Público Federal decidiu apurar o caso, depois que foi dada entrada uma representação, na Procuradoria da República no Piauí, que foi transformada no Procedimento Administrativo nº 1.27.000.000189/2007-16, que agora foi convertido em inquérito civil público. A representação é contra o ex-prefeito de Itaueira-PI, Wagner Ribeiro Feitosa que agora terá que explicar como aplicou os recursos nos valores de 19 mil 85 reais e 72 centavos, e 16 mil e 799 reais e 90 centavos. O MPF está apurando o caso, com fundamento no artigo 129, VI, da Constituição Federal combinado com os artigos 6º, VII e 7º, I, da Lei Complementar e artigo 8º, parágrafo 1º da Lei nº 7.347/85 e de acordo com as Resoluções do Conselho Superior do Ministério Público Federal nº 87/06 e Conselho Nacional do Ministério Público nº 23/2007.

O Procurador Carlos Wagner Barbosa Guimarães determinou ainda que sua decisão de instauração do inquérito para apurar as irregularidades seja comunicada à 5ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal, em Brasília-DF e, em seguida, publicada no Diário Eletrônico da Justiça.


Fonte:gp1.com.br


Em breve as noticia de desvio de Agricolandia direto do MPF.


"A justiça tarda mais não falha"

Homem é encontrado morto em estado avançado

16/11/2010 - 08h38min
ampliar Nota de Falecimento Nota de Falecimento

O fato aconteceu neste dia 15 de novembro, o senhor conhecido como Antonio Mendes Leal de aproximadamente 65 anos de idade foi encontrado morto em sua residência por volta das 11:00 horas da manhã de hoje no povoado Buraco d'água na cidade de Agricolândia.

O corpo de seu Antonio Mendes já estava em uma situação deplorável, pois já se encontrava com mau cheiro, foi este o elemento que os vizinhos vieram a desconfiar da sua morte, Até o presente momento não se sabe ao certo qual a causa da morte do mesmo, mais desconfiam que o problema esteja ligado ao álcool, mais nada será descartado, pois o corpo do mesmo foi levado para Instituto Médico Legal para só depois providenciarem o sepultamento.


Fonte: meionorte.com/agricolandia

Guarani vence o Pedala Menino por 8 x 4 e é campeão

16/11/2010 - 08h18min
ampliar Momento da Premiação Momento da Premiação

O Guarani foi campeão do campeonato de futsal disputado na quadra poliesportiva José Arimateia , enfrentando seu grande rival o Pedala Menino. Um jogo emocionante, brigado, com lances de perigo para as duas equipes, o Pedala foi melhor no primeiro tempo onde vencia por 4x3, no segundo tempo o guarani foi mais aguerrido e venceu pelo placar de 8X4.


O evento contou com a presença da comunidade e da Primeira Dama Rejane Ribeiro.


Fonte e fotos: 180graus/agricolandia

zMAIS FOTOS (Clique na foto para ampliar):

Festejo encerra com corrida de cavalos, missa, batizados e procissão

16/11/2010 - 08h02min
ampliar Padre Carvalho Padre Carvalho

Na tarde deste sábado (13), aconteceu uma corrida de cavalos na localidade Boi Morto com a participação de vários jóqueis, e bastantes espectadores.

E manhã deste domingo(14) o pároco da cidade de Agricolândia deu a benção final dos festejos da localidade Boi Morto, na homilia o Padre fez um apelo à população sobre o crescimento dos acidentes automobilísticos. O encerramento dos festejos se deu somente às 17:00h com a procissão pelo povoado Boi Morto.


O Padre também realiazou batizados durante o encerramento dos festejos.


Fonte e Fotos:180graus/agricolandia

zMAIS FOTOS (Clique na foto para ampliar):

Prefeito cassado de Pau Darco no Piauí não paga salário de vereadores

12/11/2010 - 21h18min
ampliar Vereador Pereira de Pau Darco Vereador Pereira de Pau Darco

Os nove vereadores da cidade estão com os salários atrasados há quase três meses e o vice-prefeito, Carlos Leal, também está com o salário atrasado.


Vereador de Pau Darco-PI, José Pereira da Silva denunciou caos no Município.


O Município de Pau Darco no Piauí, que tem apenas 3.700 habitantes e um eleitorado superior, na faixa de 3.900 eleitores, e que, há um ano, o prefeito Fábio Cesário Soares (PMDB), teve o mandato cassado pelo TRE-PI, mas que vem administrando o Município, através de liminar concedida pela Justiça Eleitoral, vive hoje, um verdadeiro caos administrativo. Os nove vereadores da cidade estão com os salários atrasados há quase três meses e o vice-prefeito Carlos Leal, que está rompido politicamente com o prefeito, também está com o salário atrasado há três meses. Segundo o vereador José Pereira da Silva, mais conhecido por Pereira (PPS), o Tribunal de Contas do Estado do Piauí mandou bloquear as contas da Prefeitura de Pau Darco desde o dia 28 de setembro de 2010, porque o prefeito Fábio Cesário Soares, mais conhecido por Júnior Sindô não prestou contas junto àquela corte, de janeiro a dezembro de 2009.


O vereador Pereira afirmou ao Portal GP1, nesta quinta-feira (11), em Teresina-PI, que, depois que o TCE-PI mandou bloquear as contas da Prefeitura de Pau Darco, foi que o prefeito Júnior Sindô providenciou a prestação das contas até o mês de novembro do ano passado, mas as contas do Município continuam bloqueadas e a situação é muito grave no Município. Conforme ainda denúncia feita pelo vereador Pereira, os funcionários da Educação, no Município, estão com dois meses de salários atrasados; a Saúde (três meses); a Administração (três meses) e o pessoal do Conselho Tutelar (quatro meses). O vereador Pereira disse que a situação é desesperadora em Pau Darco, mas mesmo assim, no dia 10 deste mês, completou um ano que o prefeito Júnior Sindô está administrando o Município, através de uma liminar que lhe foi concedida pela Justiça Eleitoral. No dia 10 de novembro de 2009, o prefeito Júnior Sindô foi cassado pelo TRE-PI, por ser filho adotivo do ex-prefeito de Pau Darco, Expedito Sindô (PMDB), que dirigiu os destinos de Pau Darco, durante dois mandatos seguidos. O resultado do julgamento foi de 4 a 1 para cassar Júnior Sindô. Somente o relator do processo na época, no TRE-PI, desembargador Antônio Peres Parentes, que está afastado do TJ-PI, acusado de irregularidades em decisões judiciais, votou para absolver o prefeito Júnior Sindô, que de posse de uma liminar, continua comandando os destinos de Pau Darco, onde a população está sofrendo porque o Município está com as contas bloqueadas, por falta de prestação das referidas contas junto ao TCE-PI.


O vereador Pereira acrescentou ao Portal GP1 que o prefeito cassado Fábio Cesário Soares, o Júnior Sindô já foi denunciado na Comarca de Altos-PI, de onde Pau Darco é Termo Judiciário e na Superintendência da Polícia Federal no Piauí, acusado de desvio de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais na Educação (FUNDEB). O Município de Pau Darco, fica a 72 km da Capital do Piauí (Teresina), na região Norte do Estado e sua Câmara Municipal é composta de nove vereadores.


Fonte:gp1.com.br

Eletrobrás Distribuição Piauí lança campanha para diminuir inadimplência

12/11/2010 - 10h49min
ampliar Eletrobrás Eletrobrás

A Eletrobrás Distribuição Piauí concederá, a partir do próximo dia 16, por tempo determinado, condições especiais para os consumidores das classes residencial, industrial, comercial e rural quitarem ou parcelarem os débitos em atraso.

Quem possuir três ou mais faturas de consumo de energia vencidas, por exemplo, poderá procurar uma das agências de atendimento, em todo o estado, ou escritório da Monreal em Teresina, empresa contratada para auxiliar na cobrança administrativa.

No pagamento da dívida à vista, serão concedidos descontos de 100% de juros de mora e multas.

O consumidor que optar por parcelar a dívida, terá 50% de descontos sobre juros de mora(1% para 0,5%) e multas(de 2% para 1%), mas será exigida uma entrada de, no mínimo, 5% do valor do débito principal. No parcelamento, será aplicado juros de apenas 0,5% e correção monetária pelo índice IPCA. O total de parcelas é obtido através de cálculo realizado pela empresa, onde é considerado o valor e a idade do débito e a média dos últimos três faturamentos. Em alguns casos, a quantidade de parcelas poderá chegar até 120 meses.

Segundo o assistente da diretoria comercial José Anselmo, a decisão de adotar medidas excepcionais para a negociação de débitos dos consumidores do setor privado, além de vir atender uma reivindicação de grande parte dos consumidores inadimplentes, foi tomada para reduzir a elevadíssima dívida formada ao longo do tempo, cujo valor, é de aproximadamente R$ 143 milhões


Fonte: GP1

Informações sobre a folha de pessoal do Estado chagam a ser escandalosas

11/11/2010 - 09h11min
ampliar salarios salarios

Baseado em fontes confiáveis, o jornalista Pedro Alcântara publicou, ontem, aqui no Diário, informações dando conta que a folha de pagamento do Governo do Piauí chega a R$ 236 milhões. Um salto extraordinário! Em 2003, no início do governo petista, o valor da folha de pessoal girava em torno de R$ 70 milhões por mês, o que correspondia a aproximadamente 52,5% das receitas.

O mais grave, segundo a nota do jornalista Pedro Alcântara: dos R$ 236 milhões atuais desembolsados no pagamento mensal da folha, R$ 59 milhões são gastos apenas com os comissionados, ou seja, servidores que exercem cargos de chefia, confiança ou assessoramento e que, na sua maioria, não são efetivos.

Outras informações passadas ao jornalista: o Estado gasta só com os servidores efetivos cerca de R$ 136 milhões, além de mais R$ 50 milhões com prestadores de serviços e terceirizados. A meta do governo é enxugar a folha, diminuindo o seu custo em até pelo menos 40%, ou seja, algo em torno de R$ 80 milhões.

As informações sobre a folha de pessoal do Estado não são apenas preocupantes. Elas chegam a ser escandalosas. Até aqui se tinha a informação de que o Estado exercia desde 2003 um controle rigoroso da folha de pagamento. Onde a administração encontrou tanta vaga para lotar 15 mil comissionados, por exemplo?

A situação impõe ao novo governo a realização de uma auditoria na folha de pessoal. Se ele, por razões políticas, não tiver condição de realizá-la, já que é um governo de continuidade, que solicite o serviço ao Tribunal de Contas do Estado, que tem o dever constitucional de fazer esse tipo de trabalho.

Não seria exagero se o próprio TCE tomasse a iniciativa de fazer a auditoria. Muito pelo contrário. Há indícios fortes de contratação indevida de servidores e de desrespeito à Lei de Responsabilidade Fiscal. O Ministério Público Eleitoral certamente encontrará, também, se quiser, desrespeito à legislação eleitoral no inchaço da folha de pessoal do Estado.


Fonte:Zozimo Tavares/180graus.com

DNIT faz mapa sem o Piauí

10/11/2010 - 17h50min
ampliar Site do Dnit Site do Dnit

Eita, píula!?!

Rapaz, pois não é que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, Dnit, publicou um mapa onde o Estado governado por Wilson Martins não existe, sumiu, foi para as calendas gregas, escafedeu-se, tomou doril...

Veja no endereço eletrônico http://www.dnit.gov.br/rodovias/rodovias-federais/mapas/Mapa%20Diagonais.bmp/view

zMAIS FOTOS (Clique na foto para ampliar):

Operação da Polícia Federal prende prefeitos por suspeita de fraudes e desvios

10/11/2010 - 17h33min
ampliar Policia Federal Policia Federal

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (10) uma operação para prender sete prefeitos de municípios baianos e outras 39 pessoas suspeitas de envolvimento num suposto esquema de desvio de verbas federais e fraude em licitações.


A Operação Carcará da Bahia, que contou com o apoio da CGU (Controladoria-Geral da União) e do MPF (Ministério Público Federal) na Bahia, deve cumprir até o final do dia 82 mandados de busca e apreensão e 46 mandados de prisão (27 deles foram cumpridos até as 10h). Entre os suspeitos há também funcionários públicos e empresários.


Segundo a PF, os suspeitos fraudaram licitações com uma divisão do mercado entre as empresas envolvidas, utilizaram notas fiscais frias e superfaturaram preços de produtos e serviços. Há indícios de desvio de verbas federais que seriam usadas para a compra de merenda escolar, medicamentos e obras públicas em 20 municípios baianos.


A CGU estima que os prejuízos aos cofres públicos cheguem a R$ 60 milhões. Os suspeitos poderão responder por crimes como peculato e emprego irregular de verbas públicas, estelionato, formação de quadrilha, fraude a licitação, modificação ilegal do contrato ou pagamento antecipado e corrupção ativa e passiva.


Fonte: folhaonline.com

Censo 2010 mostra que a população de Agricolândia é de 5.080

10/11/2010 - 08h32min
ampliar Francisco Barradas, Jacson e Sotério Francisco Barradas, Jacson e Sotério

O Senhor Francisco Sotério Coordenador Regional do IBGE,  juntamente com o Supervisor Francisco Barradas e Coordenador Jakson, divulgaram na tarde ontem o resultado final do Censo 2010 do municipio de Agricolândia.

A reunião foi realizada na tarde desta terça-feira(09), na Câmara de Vereadores do Município, o senhor Sotério informou que no ano de 2007 a população de Agricolândia era de 4.980 habitantes, e a estimativa para 2010 era de 5.094, mas somente foram recenseados 5.080 habitantes, num total de 99,73%, ficando 14 pessoas para fecha 100%.

Sotério falou ainda que todas as informações estão no site do IBGE.

www.ibge.gov.br

Grande louvor com o Ministério Anjos de Deus

10/11/2010 - 08h05min
ampliar No Salão Paroquial No Salão Paroquial

O Grupo de Jovens Kyrios de Agricolândia convida todos os jovens e comunidade em geral para um grande louvor que será realizado no dia 14 de Novembro do corrente ano às 19h30min no Salão Paroquial, Av. Cassimiro Barradas. Com animação por conta do ministério de São Pedro-Pi

Anjos de Deus

Ingressos preço único R$ 1,00.

Venha, Jesus te chama!

Amanhã será o baile do cervejão no Clube Popular

10/11/2010 - 07h56min
ampliar Baile do cervejão Baile do cervejão

Neste sábado dia 13 de NOVEMBRO tem mais mega evento promovido pela dupla que é sucesso. o Baile do Cervejão, com os Pancadões que RAIO DE SOL e JW SOM, no clube POPULAR SHOW.


E no domingo dia 14 de NOVEMBRO véspera de feriado da independência tem RAIO DE SOL na Associação Cultural Flor do Anga em Monsenhor Gil.Vem participar com a gente.


Agradece Nathan e Tatá a marca que é sucesso

zMAIS FOTOS (Clique na foto para ampliar):

Estado paga folha de R$ 59 milhões a comissionados

10/11/2010 - 07h49min
ampliar wilson Martins wilson Martins

ESTADO PAGA R$ 59 MILHÕES A COMISSIONADO


A folha de pagamento do governo do estado do Piauí chega 236 milhões de reais. Desses, 59 milhões são gastos apenas com os comissionados, ou seja, pessoas que exercem cargos de chefia, confiança ou assessoramento e que, na sua maioria não são servidores efetivos. Foi o que informou acoluna, uma fonte ligada área econômica do governo. Por isso, o governador Wilson Martins já decidiu, no final do ano, antes da posse, assinará o famoso Decretão de exoneração de todo os comissionados. “Não vai ficar um só”, comentou o secretário de Governo, Tadeu Maia em entrevista nesta terça feira a TV Antena 10. Para Maia, mesmo se tratando de um governador reeleito e que vai continuar no cargo, ainda assim é perfeitamente compreensível que ele exonere os comissionados , a fim de que, possa no novo governo fazer a mudanças que desejar. “O Decretão de fim de governo é uma praxe e sempre existiu. Através dele, o governador tem uma exata dimensão do tamanho da máquina administrativa sem os penduricalhos e excessos”, completou.

FOLHA DE EFETIVOS
O Estado gasta só como servidores efetivos, cerca de 136 milhões de reais. Mais 50milhões entre prestadores de serviços e terceirizados. A meta do governador é enxugar a folha, diminuindo o seu custo em até pelo menso 40%, ou seja, algo em torno de 80 milhões de reais.

PÂNICO
O anúncio das demissões dos terceirizados e prestadores de serviços deixou os chefes, chefinhos chefetes do estado em pânico. É que, são exatamente essas duas categorias as que realmente trabalham na estrutura administrativa estadual. Os demais, os efetivos na sua maioria, fingem, mas não produzem absolutamente nada. .

COMISSIONADOS
No caso dos comissionados, a situação não é diferente. Dos quase 15 mil existentes na folha, cerca de 40% exerce atividade externa em ações de assessoria, planejamento e atividades outras. Os salários dos comissionados variam de acordo com o grau de escolariddae ou pela indicação do padrinho. Ele vão DAI a DAS até a Condição Especial de Trabalho cujo valor chega a R$ 6 mil reais, sem falar nos secretários e Diretores de Autarquias.


Fonte:180graus.com

Agora o Governo só fala em crise e dificuldade financeira

09/11/2010 - 14h27min
ampliar Deputado Marden Menezes Deputado Marden Menezes

"Agora o Governo só fala em crise e dificuldade financeira parece brincadeira", critica deputado

"O Vale tudo pela eleição levou o Governo do Piauí a depenar os já combalidos cofres estaduais. Agora quem vai pagar a conta? Fácil né?", destacou o parlamentar ao criticar o governo do Estado.

Passadas as eleições as críticas da oposição já começaram. O deputado estadual reeleito Marden Menezes (PSDB) escreveu em seu twitter que "agora o Governo só fala em crise, dificuldade financeira, arrôcho, parece brincadeira essa estória".

"O Vale tudo pela eleição levou o Governo do Piauí a depenar os já combalidos cofres estaduais. Agora quem vai pagar a conta? Fácil né?", destacou o parlamentar ao criticar o governo do Estado.

Sobre o possível retorno do CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Finaceira), o deputado escreveu: "Em Bsb[Brasília] querem voltar a CPMF, como se o caminho fosse criar mais impostos ao invés de cortar gastos desnecessários".

O tucano também frisou que a oposição vai continuar trabalhando: "As eleições deram às oposições do Piauí 5 membros num parlamento de 30. O que nos resta é continuar trabalhando muito, como tem sido", finalizou Marden.

Municípios são obrigados a pagar o 13º Salário a Prefeitos e Vereadores

08/11/2010 - 13h26min
ampliar Drumond Drumond

"Municípios que não pagam o 13° subsídio aos vereadores e prefeitos estão inadimplentes com o INSS"

A polêmica proposição partiu de Clésio Mucio Drumond, advogado, municipalista, pós-graduado em Direito Público, defensor da obrigatoriedade do 13° subsídio aos vereadores, prefeitos, vice-prefeitos, secretários municipais e estaduais, deputados estaduais e federais, senadores, governadores, vice-governadores, presidente da República, vice-presidente da República e ministros de Estado.

Em seus debates, Clésio Drumond ressalta que a Constituição Federal, no seu artigo 7°, capítulo II, dos Direitos Sociais, diz o seguinte:

“Art. 7° São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social; VIII – décimo terceiro salário com base na remuneração integral ou no valor da aposentadoria”.

O jurista Clésio Drumond alega que o Agente Político é trabalhador, tanto formalmente como no contexto da Lei, e comprova a sua tese através da LEI N° 8.212, DE 24 DE JULHO DE 1991, que dispõe sobre a organização da Seguridade Social, institui Plano de Custeio e dá outras providências.

Sua alegação está fundamentada no CAPÍTULO I, DOS CONTRIBUINTES, Seção I, dos Segurados, em seu artigo 12, I, alínea j, que afirma:

“Art. 12 São segurados obrigatórios da Previdência Social as seguintes pessoas físicas: I – como empregados; j) o exercente de mandato eletivo federal, estadual ou municipal, desde que não vinculado a regime próprio de previdência social”.

Como a Lei 8.212 obriga o pagamento de INSS dos detentores de mandato eletivo e os classifica como empregados, Drumond sustenta não só a legalidade, mas também a obrigatoriedade do pagamento do 13° subsídio aos Vereadores, Prefeitos e demais Agentes Políticos, sob pena do Município pagar uma grande multa ao Instituto Nacional do Seguro Social.

Ele explica que todo empregado tem que pagar anualmente 13 parcelas ao INSS, a título de contribuição previdenciária, haja vista que quando o servidor se aposenta recebe 13 vencimentos por ano, e um deles se refere ao décimo terceiro.

“Os municípios que não estão pagando o 13° subsídio aos vereadores, prefeitos e demais agentes políticos estão inadimplentes com o INSS e irão pagar os débitos atrasados com multa, juros, correção monetária da parte do empregado e também do empregador, perfazendo em poucos anos um valor maior que o décimo terceiro salário”, garante o advogado

Ainda segundo Clésio Drumond, o Governo Federal paga o 13° subsídio ao presidente e ao vice-presidente da República, assim como os Governos Estaduais pagam aos governadores e vice-governadores.

Da mesma forma, o Senado da República, a Câmara Federal e as Assembléias Legislativas pagam o 13° subsídio aos senadores, aos deputados federais e aos deputados estaduais. Daí, a obrigatoriedade desse pagamento se estender aos vereadores, aos prefeitos e a outros agentes políticos municipais.


Fonte: Informativo INM (Instituto Nacional Municipalista)

Presidente Lula vai receber Bolsa Família

07/11/2010 - 11h45min
ampliar lula lula

Lula não somente garantiu o futuro financeiro de seus descendentes, tornando seu filho igualmente analfabeto em um bilionário, intermediando negócios escusos entre empresários inescrupulosos e órgãos do governo federal.


Enquanto os meros mortais precisam dar duro durante 35 anos para poderem se aposentar, ganhando uma merreca do INSS, Lula garantiu para si (e para sua eventual viúva) um futuro tranqüilo e regado de mordomias, após 8 anos passeando pelo mundo afora.


Em 27 de fevereiro de 2008, juntamente com seu cúmplice Tarso Genro, Lula assinou, na calada da noite, o Decreto nº 6.381, que dentre outras coisas garante para o Presidente da República, assim que deixar o cargo (Lula será o primeiro a se beneficiar) os seguintes benefícios em caráter permanente (até o fim da vida):


1.    O serviço de 4 servidores públicos para atividades de segurança e apoio pessoal;
2.    Dois veículos oficiais com seus respectivos motoristas;
3.    O assessoramento de outros dois servidores de nível superior (DAS-5);


A escolha dos servidores estará a cargo do ex-presidente, mas as despesas com treinamento, salários e material de apoio (armas, gasolina, manutenção) ficará as custas da União (meu e seu dinheiro). Isto lembrando que o salário do presidente (teoricamente o maior salário da carreira pública) é vitalício e gera pensão para a eventual viuva.


Isto sim que é um bolsa família, não aquela esmola que é distribuída para as famílias carentes.


Veja o texto completa desta lei no endereço http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Decreto/D6381.htm

EnqueteVocê é a favor ou contra da Lei da Ficha Limpa para nosso municipio. Vote SIM P/ a favor e NÃO P/ contra.

Auditado por Google Analytics